NOTA DE PESAR

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), em nome da categoria, vem a público manifestar PESAR pela morte do jornalista e advogado, ALI JESINI, 77, ocorrida nesta quarta-feira (13), vítima da Covid-19.

Ali Jesini atuou nas redações dos jornais A Crítica, A Notícia, foi diretor da revista “Mensageiro Mercantil”, editor da revista Panorama Fiscal da Sefaz e colaborava com o Jornal Última Hora da Folha de São Paulo.

“Perdemos mais um colega jornalista para a Covid-19. Que Deus te receba em Sua infinita misericórdia, meu querido amigo Ali Jesini. Meus sentimentos à família Jesini, aos amigos e à comunidade árabe, em especial, à colônia libanesa do Amazonas. Deus conforte o coração de todos”, escreveu o jornalista Anwar Assi.

Como advogado, Jesini contribuiu muito com a categoria, atuando desde 1969, sendo membro das Associação dos Pecuaristas do Careiro, Associação dos Advogados Trabalhistas do Amazonas (AMAT), Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas, da qual foi vice-presidente, e membro da Comissão do Direito Médico (OAB/AM).

“Meu coração não tem mais espaço para tanta tristeza. Orando a Deus para que conforte e console os corações de todos os familiares e amigos”, desejou a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas, Grace Benayon.

Ali Jesini era casado com a médica Luzimare Marques Vilhena, tinha cinco filhos: Tânia, Alia, Jacob, Annuar, Aline Jesini, e era avô de Maria Luiza, Ali Neto, Maria Júlia, Tomaz, Tufic e Pedro Kalil Jesini.

Aos familiares e amigos, nossos sentimentos e condolências, além do desejo de que ele possa seguir em paz.

Manaus, 14 de janeiro de 2021.

DIRETORIA
SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO AMAZONAS – SJP/AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *