Sindicato solicita providências no caso da jornalista impedida de trabalhar em Coari

Com o objetivo de resguardar o legítimo e legal direito ao exercício profissional dos jornalistas e demais comunicadores no acompanhamento da campanha política para eleição suplementar no município de Coari (distante 363 Km de Manaus), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM, encaminhou ofício, nesta quarta-feira, 03/11, à presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas – TRE/AM. A iniciativa da direção da entidade sindical teve como referência o caso da jornalista Shirley Assis, ocorrido na última segunda-feira, 1º/11, impedida de participar de coletiva convocada pelo juiz eleitoral, Fábio Alfaia, com a finalidade de repassar informações públicas sobre a eleição marcada para o dia 05 de dezembro de 2021.

Afirma trecho do documento encaminhado ao TRE/AM, ” (…) diante do exposto, solicitamos à presidência deste Tribunal Regional Eleitoral as providências no sentido de apurar o ocorrido na referida comarca e assegurar as garantias necessárias ao exercício legal da profissão de jornalista e demais comunicadores no acompanhamento dos fatos e informações da Justiça Eleitoral, a ocorrer no desenvolvimento da campanha e seus candidatos à Prefeitura Municipal de Coari”.

Manaus, 03 de novembro de 2021.

Assessoria SJP/AM

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *