NOTA DE PESAR

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP-AM) vem a público manifestar PESAR pelo falecimento do jornalista Agnaldo Oliveira Junior, 44, na manhã desta segunda-feira, 04 de janeiro de 2021. Ele estava internado no hospital Delphina Aziz para tratamento de covid-19.

Extremamente simpático, era muito querido entre os colegas do meio e reconhecido por sua atuação profissional, com direito a vários prêmios ao longo da carreira. Formado ela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), especializou-se em Marketing por meio de um MBA Executivo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), além da pós-graduação em Gestão de Empresas Internacionais pelo o Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa / Instituto Universidade de Lisboa – ISCTE/IUL e do mestrado em Gestão de Empresas Internacionais ISCTE/Portugal.

Iniciou na carreira de como repórter na cobertura esportiva, paixão que ele pode vivenciar e explorar, anos depois, em coberturas como a da Copa do Mundo da FIFA 2014, como correspondente do Portal da Copa do Ministério dos Esportes; e dos Jogos Olímpicos de 2016, como correspondente do LANCE, Jornal e Portal carioca. 

A experiência rendeu muitas histórias e imagens, eternizadas na obra “Relatos de uma Copa no Coração da Amazônia”, resultado do trabalho jornalístico de três meses e mais de cem matérias contadas com registros fotográficos, de autoria dele, em 224 páginas. Em setembro de 2019, foi convidado a fazer o lançamento na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro.

Atuou ainda como repórter especial da Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo em Manaus, foi Gerente de Jornalismo do Amazonsat, também do grupo Rede Amazônica e fundador e Editor-Geral de Jornalismo da Local TV. 

Entre os prêmios de jornalismo estão: Prêmio União pela Vida de Jornalismo / Medalha Dom Bosco; Prêmio Nilton Lins de Jornalismo (duas vezes); Prêmio de Jornalismo Sebrae/AM (duas vezes); Prêmio de Jornalismo Científico FAPEAM; Prêmio de Fotografia da Base Aérea de Manaus e Membro Honorário da Força Aérea Brasileira (FAB).

Atualmente, Agnaldo Oliveira Júnior fazia parte da Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amazonas (MPE-AM). Ele deixa dois filhos, Luís Guilherme e Pedro, além dos pais, irmãos e da companheira jornalista, Tereza Teófilo.

O SJPAM lamenta profundamente esta perda e deseja aos familiares e amigos, nosso sentimentos de condolências pela perda deste querido companheiro.

Manaus- AM, 04 de janeiro de 2021

DIRETORIA

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO AMAZONAS – SJPAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *