Jornalista Márcia Senna da Fonseca morre aos 54 anos em Porto Alegre

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), em nome da categoria, vem a público manifestar PROFUNDO PESAR pela morte da jornalista Márcia Cláudia Senna da Fonseca, 54 anos, ocorrida neste domingo (09/08), na cidade de Porto Alegre (RS).

Márcia Cláudia estava no Estado natal há aproximadamente um ano para tratamento de saúde. Gaúcha de Santa Maria, era formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Trabalhou durante mais de uma década na editoria de Economia do jornal A Crítica, primeiramente como repórter e depois como editora.

Era também concursada da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), tendo atuado na Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), Procon e Manaus Previdência.

De personalidade reservada, Márcia Cláudia era extremamente companheira e engraçada, na intimidade. Torcedora apaixonada e fiel do Fast Clube, não perdia uma oportunidade de atrair novos torcedores ao tricolor amazonense. Os colegas que tiveram a oportunidade de conhecê-la ressaltam a sua simpatia, paciência, e dedicação em ensinar os mais novos.

De texto apurado, a morte de Márcia Cláudia é uma grande perda para o jornalismo. O corpo de Márcia foi cremado no início da tarde desta segunda-feira (10/8), no cemitério São Miguel e Almas, em Porto Alegre, como era o seu desejo.

Aos familiares, em especial o marido, Sanderley Gonçalves e à filha, Ariane Senna, e aos amigos, nossos sentimentos e condolências, além do desejo de que possam seguir em paz com a certeza de que Márcia Cláudia deixa boas lembranças nos que a conheceram pessoal e profissionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *