Amazonas debate momento do jornalismo e elege delegados ao 39° Congresso dos Jornalistas brasileiros

Em assembleia geral convocada por edital, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM, discutiu e aprovou, nesta última sexta-feira, 03/09, as teses-guias e elegeu os delegados que participarão do 39° Congresso Nacional dos Jornalistas – CNJor, previsto para os dias 17 e 18/08 e 24, 25 e 26 de setembro, por meio de plataforma digital. 

Ainda sob o impacto positivo da vitória obtida pelos jornalistas brasileiros em consequência do arquivamento da Medida Provisória – MP 1045, do governo Bolsonaro que retirava conquistas trabalhistas, votado pelos senadores da República, os jornalistas do Amazonas se preparam para o debate maior que ocorrerá com a realização do Congresso  Nacional da categoria ainda neste mês de setembro, de forma virtual.

Ao final, em assembleia sob a coordenação do presidente da entidade, jornalista Wilson Reis, os jornalistas aprovaram as quatro teses-guias encaminhadas pela Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj (Conjuntura, Política  Sindical e a Taxação das Big Techs para criação  do Fundo de financiamento do jornalismo e Reforma do Estatuto)e elegeram os jornalistas Anderson Cleuber, Conceição Melquíades, Wilson Reis e Antonio Paulo como delegados ao evento nacional.

O destaque na discussão local ficou por conta da tese aditiva discutida e aprovada para ser encaminhada até o próximo dia 09/09 à coordenação do 39° CNJor.

A tese propõe no ponto sobre a reforma do Estatuto da Fenaj, garantir na composição da direção da entidade nacional, além da representação de mulheres e negros, também jornalistas indígenas e quilombolas.

Manaus, 04 de setembro de 2021.

Assessoria/SJP/AM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *