gototopgototop
 
 
 
Terça-Feira, 12de Novembro de 2019
 
 
SJP-AM realiza exame de qualificação para repórteres fotográfico e cinematográfico em Parintins | Imprimir |  E-mail
Sex, 18 de Outubro de 2019 14:10

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJPAM) realizará, no período de 22 a 24 de novembro de 2019, Exame de Certificação de Capacitação Técnica para repórter fotográfico e cinematográfico, na cidade de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). O objetivo da prova é qualificar profissionais para a obtenção de Registro Profissional junto à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), além de capacitar tecnicamente e apresentar o código de ética da profissão.

O edital com os critérios para o Exame de Certificação de Capacitação Técnica está publicado no site do SJP-AM, no endereço:

http://www.jornalistasam.com.br/index.php/ccts/category/5-editais.html.

As inscrições poderão ser feitas até dia 20 de novembro.

Poderão se inscrever repórteres fotográficos e cinematográficos que estejam exercendo a atividade sem o registro profissional, mediante o pagamento de taxa no valor de R$ 100,00 e apresentação de documentos de identidade e comprobatório de escolaridade, que poderão ser feitos no dia da prova.

Os candidatos inscritos passarão por provas pratica e teórica. A prova teórica consiste de questões discursivas e objetivas, todas relativas às atividades correlatas. Além das provas, os profissionais precisarão comprovar que já atuam no meio jornalístico, por meio da apresentação de portifólios.

A presidente do SJP-AM, jornalista Dora Tupinambá, alerta que apenas o Sindicato está apto a fornecer o Certificado de Aptidão, que é pré-requisito para requerimento do Registro Profissional de Jornalista, função de repórter fotográfico ou cinematográfico, junto a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

Dora Tupinambá esclarece que a reportagem fotográfica e cinematográfica estão entre as chamadas "atividades técnicas" das funções de jornalistas. O Registro Profissional - juntamente com a diagramação e ilustração – requer a avaliação pelo sindicato, que é o responsável pelo exame da aptidão técnica do candidato ao registro. “O Decreto nº 83.284, de 13 de março de 1979, que dispõe sobre as funções desempenhadas pelos jornalistas, estabelece que o Sindicato seja ouvido sobre o exato enquadramento de cada profissional. A concessão em si é feita pela SRTE, mas avaliação no Sindicato é necessária”, explica.

A comissão examinadora de repórter fotográfico é formada por cinco profissionais da área e presidida pelo repórter fotográfico Edmar Barros. Já a comissão de repórter cinematográfico, que também possui cinco membros, é presidida pelo repórter cinematográfico Orlando Júnior.

De acordo com a presidente Dora Tupinambá, a avaliação é uma forma de priorizar a qualidade do trabalho, emitindo o registro somente para aqueles que têm qualificação para exercer a função, assim como em qualquer atividade profissional.

 

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Assunto:
Comentário: