gototopgototop
 
 
 
Segunda-Feira, 12de Novembro de 2018
 
 
Notícias
SJP/AM promove curso gratuito de introdução à dança de salão durante o mês de Maio | Imprimir |  E-mail
Qua, 02 de Maio de 2018 14:33

 

Leia mais...
 
SJP/AM firma parceria com programa Bolsa Educações | Imprimir |  E-mail
Qua, 02 de Maio de 2018 13:37

 

 

Leia mais...
 
SJP/AM reúne-se com direção do Jornal A Crítica para tratar regularização de salários atrasados | Imprimir |  E-mail
Qua, 04 de Abril de 2018 15:52

A presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), Auxiliadora Tupinambá, reuniu-se, na terça-feira (03/04) com a direção do Jornal A Crítica a fim de solicitar informações e buscar um entendimento sobre os atrasos no pagamento dos salários dos jornalistas da redação e do portal.

“O sindicato quer diálogo e entende que, antes às dificuldades, podemos encontrar soluções conjuntas. É preciso deixar claro que os trabalhadores não podem arcar sozinhos com essa conta”, afirmou a presidente do SJP/AM durante a reunião. “A valorização dos trabalhadores, que são os responsáveis pela produção do conteúdo é importante porque, sem produção de conteúdo, o veículo perde a credibilidade e fica cada vez mais difícil se posicionar no mercado”, completou.

O diretor financeiro, Daniel Damasceno, e o administrativo do Jornal A Crítica, Herval Tapajós, traçaram um diagnóstico da atual situação econômico-financeira e administrativa da empresa e asseguraram que medidas de reestruturação da empresa já foram tomadas e, outras ainda serão adotadas, com objetivo de melhorar a saúde financeira da empresa e promover a regularidade de obrigações trabalhistas, em especial a regularização do pagamento de salários atrasados.

Durante a reunião, a direção afirmou que não haverá mais demissões na Redação, que os pagamentos do mês de fevereiro já foram regularizados e que a partir desta quarta-feira (04/04) começará a ser pago o salário do mês de março. Além disso, haverá ainda a regularização do pagamento das férias até, no máximo, o mês de maio.

 
Assembleia Geral Extraordinária aprova ampliação do estatuto do SJP/AM para o interior do Estado | Imprimir |  E-mail
Sex, 23 de Março de 2018 09:45

Aprovado por unanimidade e com contribuição dos presentes à Assembleia Geral Extraordinária na última terça-feira (19/03), o Estatuto do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Amazonas (SJP/AM) passa a ampliar a atuação da entidade no Estado por meio da criação das subsedes no interior e da atuação para além das questões sindicais como a preocupação com a qualificação permanente dos jornalistas, seguindo a nova realidade do mercado.

Composto de dez capítulos e mais de 140 artigos, o documento determina as regras e diretrizes político-administrativas do sindicato, além de servir como um instrumento regulador do funcionamento da entidade frente a terceiros e orientar os direitos e obrigações dos membros e das relações existentes.

“O sindicato não se limita a tratar apenas dos problemas coletivos decorrentes do exercício da profissão, embora essa seja sua principal função. O SJP/AM também procura atuar frente à condição social dos trabalhadores enquanto cidadãos. Um conjunto de pessoas tem mais força para agir do que cada um por si, individualmente, e para que esta entidade tenha base legal a fim de lutar por todos esses direitos, era necessária a adequação do estatuto ao Novo Código Civil”, afirmou a presidente do SJP/AM, Auxiliadora Tupinambá. “Contamos com a presença e o reforço de vários colegas, o que contribuiu sobremaneira para o sucesso do trabalho”, completou.

Reunidos em primeira chamada, a diretoria executiva e jornalistas associados presentes deram início à Assembleia Geral Extraordinária às 19h, no auditório Arlindo Porto, sede do sindicato. Como metodologia de trabalho, adotou-se a leitura e discussão apenas dos pontos acrescentados, entre eles, a desobrigação da responsabilidade social dos associados; a destinação do patrimônio, em caso de dissolução, à entidade com finalidade jurídica semelhante; a criação de subsedes no interior do Estado e o fomento à qualificação dos jornalistas.

Assessoria de Imprensa
SJPAM
Contato: (92) 3234-9977
Email:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Foto: Steffanie Schmidt

 
SJP/AM negocia regularização de pagamento com direção do Grupo Raman Neves de Comunicação | Imprimir |  E-mail
Seg, 19 de Março de 2018 11:30

 

 

Leia mais...
 
SJP/AM promove mesa-redonda sobre o espaço feminino na linguagem e a violência contra a mulher nas redações | Imprimir |  E-mail
Ter, 13 de Março de 2018 15:08

Leia mais...
 
EDITAL DA COMISSÃO DE REPÓRTERES FOTOGRÁFICOS DO AMAZONAS - Processo seletivo para registro de REPÓRTER FOTOGRÁFICO 2018 | Imprimir |  E-mail
Sex, 09 de Março de 2018 17:21

 

Leia mais...
 
SJP/AM realiza evento “Mulheres jornalistas, mulheres de fibra” em homenagem ao Dia Internacional da Mulher | Imprimir |  E-mail
Ter, 06 de Março de 2018 13:53

 

 

Leia mais...
 
Sindicato cobra pagamento de salários atrasados de jornalistas do Em Tempo e A Crítica | Imprimir |  E-mail
Sex, 16 de Fevereiro de 2018 12:39

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas (SJPAM) cobrou das empresas Raman Neves de Comunicação (RNC) e Rede Calderaro de Comunicação (RCC) que regularizem os pagamentos dos salários dos jornalistas de suas redações. Em caso de negativa das empresas em proceder ao correto pagamento dos profissionais, O SJPAM entrará com ações na Justiça do Trabalho para garantir os direitos dos jornalistas.

Denúncias feitas ao SJPAM dão conta que os jornalistas da redação dos jornais Em Tempo, Agora, Portal Em Tempo e TV Em Tempo, tiveram os salários de dezembro de 2017 pagos somente na última quinta (8), e que os salários de janeiro não tem previsão de pagamento. Situação semelhante nas redações dos jornais A Crítica, Manaus Hoje, Portal A Crítica, Rádio e TV A Crítica, onde os pagamentos estão sofrendo atrasos há mais de seis meses e o salário de janeiro está sendo pago neste mês de fevereiro para alguns jornalistas enquanto outros “esperam a vez”.

Em ofício enviado aos diretores administrativos dos jornais, o Sindicato cobra o cumprimento do que determina a CCT de 2015, que estipula o quinto dia útil do mês subsequente ao trabalhado para o pagamento do salário do jornalista.

O Sindicato chama atenção ainda sobre a falta de bom senso e coerência das empresas quando negam o direto dos profissionais de receberem pelo serviço prestado e cobraram dos profissionais que trabalhassem horas extras na cobertura do Carnaval de Manaus. Outro exemplo, da Rede Calderaro de Comunicação, que exigiu de seus funcionários a divulgação de uma ação interna de comemoração de carnaval da empresa.

“Situação controversa ainda praticada pela empresa, conforme divulgação em anexo, é realizar festa de Carnaval nos corredores da Rede Calderaro de Comunicação, sem que haja qualquer clima ou motivação para tal, diante do não cumprimento do direito básico dos trabalhadores com o pagamento do salário em dia”, diz o documento.

 
Banda “Imprensa que Eu Gosto” 2018 reúne jornalistas novos e veteranos | Imprimir |  E-mail
Qua, 07 de Fevereiro de 2018 16:40

 

Leia mais...
 
NOTA DE REPÚDIO | Imprimir |  E-mail
Seg, 29 de Janeiro de 2018 14:05

 

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 Próximo > Fim >>