gototopgototop
 
 
 
Terça-Feira, 23 de Julho de 2019
 
 
Notícias
Aprovados - Resultado Final | Imprimir |  E-mail
Qui, 07 de Fevereiro de 2019 19:43

Lista dos Aprovados no processo de Certificação de Capacitação Técnica para Repórter Cinematográfico, organizado pela Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM,

1. Andreza de Araújo Jorge;

2. Carlos Eduardo Pinto Andrade;

3. Djard Lima de Souza;

4. Douglas Henrique Maria;

5. Josué Custódio da Silva;

6. Luiz Fernandes Alves de Freitas;

7. Mario Marcelo de Oliveira;

8. Reinaldo Ribeiro Feitosa;

9. Renato Belém Ramos.

 
Sindicato dos Jornalistas oferece curso de pilotagem de Drone em fevereiro | Imprimir |  E-mail
Ter, 05 de Fevereiro de 2019 11:13

Sindicato dos Jornalistas oferece curso de pilotagem de Drone em fevereiro O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), em parceria com a empresa GDrones Amazônia, realiza, de 18 a 22 de fevereiro, o curso “Pilotagem Profissional de Drones”, com turmas em três períodos: manhã, tarde e noite, na sede da entidade.

Com carga horária de 20h, o curso dá direito a certificado emitido pela GDrones Amazônia e SJP/AM, além da carteirinha contendo o número do registro de piloto junto ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Pelo regulamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeromodelos, usados para recreação e lazer, e as aeronaves remotamente pilotadas (RPA), comumente chamados de drones, devem ser operados necessariamente por pilotos com registro.

Além disso, só podem levantar vôo em áreas com no mínimo 30 metros horizontais de distância de pessoas e transeuntes, e cada piloto remoto só poderá operar um equipamento por vez.

Para operar um aeromodelo, as normas da Anac exigem o respeito à distância-limite de terceiros e às do Decea e Anatel. Aeromodelos com peso máximo de decolagem (incluindo-se o peso do equipamento, de sua bateria e de eventual carga) de até 250 gramas não precisam ser cadastrados junto à Anac. Já os aeromodelos operados em linha de visada visual até 400 pés acima do nível do solo devem ser cadastrados e, nesses casos, o piloto remoto do aeromodelo deverá possuir licença e habilitação.

Toda a regulamentação necessária está prevista no conteúdo programático que terá ainda aula prática e gratuidade para acúmulo de horas de voo. De acordo com o instrutor do curso, Christopher Paulo Benoliel Genu, formado pelo Instituto de Tecnologia Aeronáutica Remotamente Controlada (ITARC), no Rio de Janeiro (RJ), o aluno terá a oportunidade de aprender a pilotar os cinco tipos de drone mais comuns disponíveis no mercado atualmente.

A iniciativa visa capacitar e regulamentar a prática de pilotagem de drones hoje feita por vários veículos de comunicação. "Nosso objetivo é oferecer oportunidades de capacitação para profissionais que atuam na área de Comunicação que possa contribuir, de forma contínua, com a informação de qualidade e o exercício do jornalismo profissional", afirmou a presidente do SJP/AM, Auxiliadora Tupinambá.

O curso tem valor de R$ 1mil à vista e de R$ 1,2 mil para quem preferir parcelar até duas vezes no cartão de crédito. Para sindicalizados, o valor é de R$ 900 à vista e R$ 1,2 mil em até quatro vezes sem juros. Mais informações: 99186-2981 e 99478-3437.

 
EDITAL Nº 001/2019 – SJPAM - Processo de avaliação de candidatos para obtenção de registro de Repórter Fotográfico | Imprimir |  E-mail
Sex, 01 de Fevereiro de 2019 11:30

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO AMAZONAS – SJPAM

COMISSÃO DE REPÓRTERES FOTOGRÁFICOS DO AMAZONAS

EDITAL Nº 001/2019 – SJPAM

 

O SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO AMAZONAS (SJPAM), por meio da COMISSÃO DE REPÓRTERES FOTOGRÁFICOS DO AMAZONAS, torna pública a abertura de inscrições e estabelece as normas para o processo de avaliação de candidatos para obtenção de registro profissional de Jornalista na função de Repórter Fotográfico.


1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1.1. A Certificação de capacitação técnica de Repórter Fotográfico se dará mediante processo seletivo nos termos deste edital;

1.2. A realização do processo seletivo ficará a cargo da Comissão de Repórter Fotográfico do Amazonas, instituída pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas (SJPAM).

1.3. O processo de seleção constará de 03 (três) etapas.

1.4. Este edital não prevê limite de inscritos e de aprovados, dependendo exclusivamente dos profissionais interessados em obter a certificação;

1.5. Poderão participar do processo de seleção, candidatos que concluírem o ensino médio em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura – MEC e que tenham, no mínimo, 02 (dois) anos de atividade remunerada na função de Repórter Fotográfico devidamente comprovado com portfólio de publicações em veículos de imprensa.

1.6. Aos aprovados no referido processo seletivo, será conferida a Certificação de Capacidade Técnica pelo SJPAM de que o aprovado é Jornalista na função de Repórter Fotográfico, possibilitando assim que o candidato possa solicitar seu registro profissional no Ministério do Trabalho.

2. DA INSCRIÇÃO

2.1. O período de inscrição para os processos seletivos compreendem os dias úteis entre 04 de fevereiro à 30 de Dezembro de 2019, de 2ª a 6ª-feira de 08h00 às 12h00 e 14h00 às 16h00.

O formulário de inscrição juntamente com o edital, estarão disponíveis na Secretaria SJPAM.

2.2. As inscrições serão efetuadas na Secretaria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas (SJPAM), localizado na Praça Santos Dumont, 15 – Centro, Manaus, Amazonas, CEP 69020-550, devendo ser obrigatoriamente apresentados os seguintes documentos:

- Cópia e original do Diploma de conclusão do Ensino Médio ou Diploma de Instituição de Ensino Superior.

- Cópia e original da Carteira de Identidade, CPF e Título de Eleitor;

-  02 (Duas) fotografias 3x4 recentes;

-  Pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 150,00 (Cento e cinquenta reais) à Secretaria do Sindicato ou através de depósito bancário identificado na conta do SJPAM (agência 0020, OP 003  C/C 0000028-4 – Caixa Econômica)

-  Cópia impressa do Curriculum Profissional atualizado.

-  Portfólio com coleção de trabalhos publicados em veículos de imprensa, devidamente registrados no Brasil ou Exterior, impressos (jornais, revistas) ou eletrônicos (sites de notícias), com no mínimo de 25 imagens dos últimos 2 anos, sendo que o ideal seja 1(uma) publicação/mês e de variadas editorias como: Cidades, Cotidiano, Cultura, Política e Esportes, podendo ser entregue impresso ou em CD ou DVD em arquivo PDF.

Os candidatos de outros municípios do Estado do Amazonas, podem optar pelo encaminhamento dos documentos relacionados no item 2.2 pelo Correio (Registrado ou Sedex) à Secretaria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas para endereço supracitado, com data de postagem até 10 de Dezembro de 2019.

2.3. Antes de efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preencheu todos os requisitos para a participação no processo seletivo, principalmente os requisitos de documentação. A secretaria do SJPAM vai protocolar a documentação, não sendo responsável em avaliar se a documentação está completa ou não, isso é de inteira responsabilidade do candidato e a análise é de inteira responsabilidade da comissão.

2.4. Uma vez efetivada a inscrição, não será permitida qualquer alteração na documentação.

2.5. As inscrições que não atenderem aos critérios estabelecidos neste Edital serão indeferidas, não havendo qualquer possibilidade de devolução da importância paga, salvo em caso de cancelamento do processo seletivo.    

2.6. As informações prestadas no Formulário de Inscrição e documentação são de inteira responsabilidade do candidato, sendo responsável a Comissão de Repórteres Fotográficos do Amazonas em excluir do processo seletivo aquele que o preencher com dados incorretos, incompletos ou rasurados, bem como se for constatado dados fornecidos inverídicos ou falsos.

2.7. Não haverá qualquer hipótese de aceitação se a documentação estiver incompleta.

2.8. Cada pedido de inscrição constituirá um processo à parte, com todas as suas páginas numeradas sequencialmente e rubricadas pela Presidência da Comissão de Seleção, a comissão pode convidar outros profissionais Repórteres Fotográficos sindicalizados que estejam em dias com o sindicato para ajudar na avalição dos candidatos.

3. DO PROCESSO SELETIVO E DAS FORMAS DE AVALIAÇÃO

3.1. As inscrições ao processo seletivo estarão abertas durante todo o período de 2019 a partir da data e horários mencionados no item 2.1, as datas de avaliação serão marcadas pela comissão de acordo com a demanda de inscrições, os candidatos inscritos serão avisados com 10(dez) dias de antecedência das datas de suas avaliações.

1- Etapa - Homologação da inscrição por meio de análise da documentação apresentada;

Avaliação do Currículo Profissional;

Análise do Portfólio; (25 fotografias publicadas em veículos de Imprensa)

2- Etapa – Prova Teórica

3- Etapa - Prova Prática

3.2. Todas as Etapas do processo de seleção são eliminatórias, sendo 70 (setenta) a nota mínima para aprovação;

3.3. A nota final será calculada como a média ponderada entre as etapas: Etapa 01 (pontuação 30), Etapa 02 (pontuação 30), Etapa 3 (Pontuação 40)

3.4. Da 1- Etapa – Análise da documentação de inscrição.

a) A Comissão de Seleção analisará a documentação entregue pelos candidatos no ato da inscrição e realizará a homologação, quando será divulgado no site e no mural da secretaria do sindicato, a relação dos aprovados apto a fazer as provas;

Currículo Profissional

b) Do currículo: Falar um pouco da experiência profissional, empresas que trabalhou ou trabalha, cursos na área que pleiteia a certificação.

Análise do Portfólio

c) Do portfólio: Serão ponderadas as qualidades técnicas e jornalísticas das matérias apresentadas pelo candidato. O portfólio é o cartão de visita do repórter fotográfico, diversidade, criatividade, sensibilidade, carga de informação jornalística, domínio da luz, e do equipamento são características importantes para a avalição.

d) Os candidatos inscritos pelos correios terão sua documentação, Curriculum e portfólios analisados e a divulgação do resultado dessa etapa será feita no quadro de avisos do SJPAM e via e-mail ou telefone.

3.5. - Da Prova Teórica

a) A prova Teórica será composta de 30 questões, entre objetivas e subjetivas e uma redação com tema da atualidade. A avaliação da prova considerará os seguintes aspectos:

- Grau de domínio do tema e coerência interna do texto (introdução, desenvolvimento e conclusão)

- Os temas enfocados serão:

- História da Fotografia, técnicas fotográficas, Objetivas, fotojornalismo, ética, direito autoral, composição, conhecimento do equipamento e suas funções.

b) O candidato deverá comparecer ao local da prova com antecedência de trinta minutos do horário estabelecido para o seu início, munido de caneta esferográfica (tinta azul ou preta) e de documento de identificação com foto.

c) Não será permitido o ingresso de candidatos, após o horário previamente marcado para o início das provas.

d) Durante a realização das provas não será admitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, uso de celulares ou aparelhos eletrônicos estão proibidos.

e) O candidato que não comparecer para realizar a prova estará automaticamente eliminado do Processo Seletivo.

3.6. Da 3 - Etapa – Prova Prática

a) A prova prática será composta por uma pauta de avaliação a ser executada pelo candidato.

b) O Assunto será enviado ao e-mail do candidato sempre um dia antes da data da prova, o candidato só poderá iniciar a pauta a partir das 5:00h da manhã do dia seguinte e terá até as 18:00h do mesmo dia para enviar as fotos para o e-mail do qual recebeu a pauta, com as seguintes especificações:

c) 7 a 10 fotos editadas (correções básicas) em formato JPEG lado maior com 3000 pixel, cada imagem deverá estar com no mínimo 1(UM) e no máximo 1.5 MB de tamanho, devem ser legendadas usando o Lightroom ou Photoshop com as legendas inseridas nos metadados seguindo o padrão IPTC ( Os campos autor, assunto, data, título  e descrição devem está completos), legendas escritas no nome do arquivo, ou em documento anexo, não serão aceitas, os arquivos devem ser renomeados na sequência: Seu nome _01.jpg, seu nome _02.jpg... Não são aceitas manipulações, montagens, nem qualquer tipo de arte digital. Em caso de dúvida, a Comissão poderá solicitar o arquivo bruto para checagem.

4 - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

4.1. Não há número limite de candidatos aprovados;

4.2. Todos os aprovados terão direito ao Certificação de Capacitação Técnica de Repórter Fotográfico.

4 - DA DIVULGAÇÃO DO RESULTADO FINAL

a) Local: Os resultados das avaliações feitas durante todo o período, estarão disponíveis no Quadro de avisos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas, no site www.jornalistasam.com.br 5(cinco) dias após o final de cada processo de avaliação.

Manaus, 1º de Fevereiro de 2019.

Diretoria

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO AMAZONAS – SJPAM

 
Buteco dos Jornalistas inaugura nesta sexta-feira (1/02) com Esquenta da Banda Imprensa Que eu Gosto | Imprimir |  E-mail
Qua, 30 de Janeiro de 2019 12:17

Ao som de samba, música popular amazonense, marchinhas e boi bumbá, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) realiza, nesta sexta-feira (1º/02/19) o primeiro “Buteco dos Jornalistas” de 2019, com o esquenta da Banda Imprensa que eu Gosto, tradicional bloco da categoria que este ano traz como tema o fenômeno das “Fake News”.

O evento acontece na sede da entidade – Praça Santos Dumont, nº 15 – Centro, próximo à casa do Eletricista e à padaria Lindopan – a partir das 18h, com cerveja gelada, música, bate-papo e reencontros. A partir das 20h, a banda Canto da Mata é a responsável pela animação do esquenta.

"Esta é uma forma de buscarmos a integração entre os novos associados e os antigos, além de apresentarmos nossa sede e nossas propostas a quem quiser conhecer melhor o que faz o Sindicato dos Jornalistas. O buteco, na verdade, é nome do evento que queremos realizar durante todo o ano de 2019", afirmou o vice-presidente do SJP/AM, Arnoldo Santos, responsável pela parte social da entidade.

A ideia, segundo Arnoldo Santos, é ter um ponto de encontro da categoria, na saída do trabalho e que sirva de aquecimento para outras baladas. “Estamos atentos também à questão da segurança: teremos um reforço para receber os colegas, amigos e familiares”, afirmou.

Na ocasião, o jornalista, músico e compositor David Almeida, responsável pelas marchinhas da banda Imprensa que eu Gosto, apresentará a música deste ano, como forma de aquecimento para o dia oficial da folia da categoria, prevista para 22 de fevereiro de 2019.

SERVIÇO

O QUÊ: Estreia do Buteco dos Jornalistas – Esquenta da banda Imprensa que eu Gosto

QUANDO: 01/02/2019

HORÁRIO: A partir das 18h

LOCAL: Sede do SJP/AM (Praça Santos Dumont, nº 15 – Centro) – Informações: 3234-9977

 
COMUNICADO - Lista dos aprovados na segunda etapa - PROVA TEÓRICA | Imprimir |  E-mail
Ter, 29 de Janeiro de 2019 11:55

Lista dos aprovados na segunda etapa, Prova Teórica, do processo de Certificação de Capacitação Técnica para Repórter Cinematográfico, organizado pela Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM,

1. Andreza de Araújo Jorge;

2. Carlos Eduardo Pinto Andrade;

3. Djard Lima de Souza;

4. Douglas Henrique Maria;

5. Josué Custódio da Silva;

6. Luiz Fernandes Alves de Freitas;

7. Mario Marcelo de Oliveira;

8. Reinaldo Ribeiro Feitosa;

9. Renato Belém Ramos.

 
SJP/AM divulga ganhadores da rifa em comemoração aos 60 anos da entidade | Imprimir |  E-mail
Ter, 22 de Janeiro de 2019 15:27

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) realizou, no último sábado (19/01) o sorteio da rifa em comemoração aos 60 anos da entidade. O evento foi transmitido ao vivo pela página do sindicato no Facebook e pode ser conferido por meio do link: https://www.facebook.com/JORNALISTASAM/videos/784669265216294/

Inicialmente, o sorteio estava previsto para o dia 15 de dezembro. No entanto, apesar dos esforços da Diretoria Executiva, dos associados, além de amigos e familiares, o objetivo pretendido ainda não havia sido alcançado. Um comunicado foi publicado no dia 14 de dezembro reiterando o compromisso com o sorteio dos prêmios: três televisores de 50 polegadas; dois celulares e um tablet.

"Agradecemos o apoio de cada um que se dispôs, à sua maneira, colaborar com esta iniciativa. É muito importante para nós contar com a união e esforço de todos a fim de que consigamos levantar recursos para continuar nossa luta, que é a luta pelo exercício profissional do jornalismo e suas garantias trabalhistas, cada vez mais necessários na sociedade atual", afirmou a presidente do SJP/AM, Auxiliadora Tupinambá.

O SJP/AM Reforça que está entrando em contato com todos os ganhadores para agendar a retirada do prêmio na sede da entidade. Para mais informações: (92)3234-9977/ Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

2599 - Tablet - Mário Antônio da Silva Melo – (92) 99-9100

1348 - Celular - Jefferson Muniz – (92) 99... - 639

11680 - Celular - Ana I S Augusto – (92) 98...- 4476

0799 - TV - Nicolau Libório – (92) 99...- 4852

4637 - TV - Gilvandro Mota – (92) 99...- 2737

6647 - TV - João Hélio Kury - (65) 99...- 7734

 
SJP/AM divulga lista de aprovados para certificação técnica de repórter cinematográfico | Imprimir |  E-mail
Ter, 22 de Janeiro de 2019 12:16

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJPAM) divulgou nesta segunda-feira (20/01) lista dos aprovados na primeira etapa do Processo de Seleção de candidatos a Certificação de Capacitação Técnica para Repórter Cinematográfico. O processo é organizado pela Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM, grupo de jornalistas voluntários designados para fazer o exame e dar o parecer favorável ou não para que o trabalhador possa pleitear seu registro junto à Superintendência Regional do Trabalho.

De acordo com o presidente da Comissão, Orlando Júnior, os aprovados nesta primeira etapa estão aptos à segunda etapa do processo de qualificação, que consiste de prova teórica que será aplicada no sábado, dia 26 de janeiro, na sede do SJP/AM, como inicio previsto para as 8h30. Os candidatos devem chegar ao local da prova com pelo menos 15 minutos de antecedência.

A prova prática, que será aplicada no dia 02 de fevereiro, a partir das 8h. Segundo o presidente da comissão examinadora, o ponto de encontro dos candidatos será a sede do sindicato e de lá eles seguirão para o local onde será aplicada a prova prática.Orlando Júnior informa que a relação dos aprovados na prova teórica será divulgada no dia 26 de janeiro e, então, serão dados dois dias de prazo para que os reprovados possam apresentar recurso à Comissão.

O SJP/AM é responsável pelo exame de aptidão técnica do candidato ao registro profissional de repórter cinematográfico e fotográfico, bem como diagramação e ilustração, por meio de parceria com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), que concede o registro profissional.

Confira a lista dos aprovados no portal do SJP/AM (www.jornalistasam.com.br) no link http://www.jornalistasam.com.br/index.php/noticias/1/2018.html

 
SJP/AM denuncia Rede Amazônica por irregularidades trabalhistas | Imprimir |  E-mail
Qui, 17 de Janeiro de 2019 09:07

 

Desvio e acúmulo de função, não pagamento de hora extra, de férias, FGTS, além de atraso salarial são alguns dos 11 tipos de irregularidades trabalhistas cometidas contra funcionários da Rede Amazônica que foram denunciadas pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Amazonas (SRTE-AM) e à Procuradoria Regional do Trabalho no Amazonas e em Roraima (PRT – 11ª Região).

Os ofícios de número 54 e 55/2018 foram protocolados em dezembro do ano passado nos órgãos responsáveis. Nos documentos, a entidade sindical aponta o acúmulo de horas extras por meio do banco de horas, gerando saldos de até cem horas, o que desrespeita a Consolidação das Leis Trabalhistas. Além disso, editores de imagem têm a função desviada constantemente para a realização de outras funções específicas como edição de VT e geração de caracteres, sem a remuneração devida.

Casos em que repórteres cinematográficos são obrigados a dirigir os veículos da equipe de reportagem são comuns assim como jornalistas contratados como produtores que trabalham como editores de texto, chegando a operar caracteres e soltar os VTs durante o jornal ao vivo.

As situações de desrespeito à legislação trabalhista incluem ainda o não pagamento de férias antecipadas, fato em que os profissionais são coagidos a assinarem o documento como se tivessem recebido; não recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que é feito de maneira irregular, em meses alternados; contratação de estagiários para exercerem as mesmas funções de um profissional habilitado, inclusive com as mesmas demandas e responsabilidades; assédio moral no Portal G1 Amazonas e na TV Amazonas; e atraso de salário que é pago posteriormente ou de forma parcelada, reiteradas vezes e sem comunicação prévia.

Os planos de saúde e odontológico também foram cancelados, conforme a denúncia. No caso do benefício de saúde, não houve qualquer aviso prévio a fim de que os trabalhadores pudessem se planejar. Já em relação ao plano odontológico, embora a comunicação tenha sido feita, os funcionários ficaram impedidos de usufruir do mesmo, uma vez que a Rede Amazônica encontra-se inadimplente com a empresa contratada, mesmo tendo descontado o valor antecipadamente dos colaboradores.

Ademais, equipes de reportagem não têm o cumprimento do período de repouso de 11 horas garantido, sendo obrigadas a trabalhar no plantão durante o fim de semana, saindo da emissora às 22h e tendo que retornar no dia seguinte, às 8h.

Além dos itens relacionados na denúncia, na tentativa de burlar a legislação, a empresa de radiodifusão tem a prática de contratar jornalistas como radialistas, registrando a carteira de trabalho com salários menores e, evitando assim, a fiscalização.

Região Norte

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Acre (Sinjac) notificou a Rede Amazônica por não realizar os repasses devidos à entidade em janeiro deste ano. Apesar da contratação de profissionais jornalistas que são registrados como radialistas, a entidade sindical têm sindicalizados entre seus membros e, desde agosto de 2017, não vinha recebendo a contribuição descontada dos funcionários.

 
Sindicato dos Jornalistas comemora 60 anos no Amazonas com solenidade nesta sexta-feira | Imprimir |  E-mail
Ter, 18 de Dezembro de 2018 13:48

Sindicato dos Jornalistas comemora 60 anos no Amazonas com solenidade nesta sexta-feira

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) comemora, na próxima sexta-feira, 21/12, 60 anos de existência, a partir das 19h, com coquetel e solenidade de homenagens a ex-presidentes e autoridades que fizeram parte da história da entidade. O evento será realizado no Salão Solimões (Av. Sete de Setembro, 1546, anexo ao Centro Cultural Palácio Rio Negro) e é aberto a todos os jornalistas.

“Queremos tornar viva a nossa memória, reconhecer a nossa história porque é isso que nos faz saber para onde caminhar. Os jornalistas precisam valorizar essa história que foi e ainda é feita de muita luta, de suor e de esperança. Vivemos em um momento em que o nosso trabalho é fundamental para o combate à fake news e pós-verdades que dilaceram os valores de uma sociedade democrática e é isso que queremos resgatar neste evento. Por isso, todos os jornalistas são convidados”, afirmou a presidente do SJP/AM, Auxiliadora Tupinambá.

Em seis décadas de existência, o SJP/AM reúne em torno de si um legado histórico de lutas e conquistas importantes, tanto para a categoria quanto para a sociedade. Criado em 18 de dezembro de 1958 sob a inspiração de movimentos anteriores, a entidade sindical teve como primeiro presidente o jornalista Arlindo Porto.

Em 1957, um grupo de jornalistas organiza a Associação Profissional dos Jornalistas do Amazonas (APJAM), cumprindo exigência da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – um grande passo para a fundação do atual sindicato. A entidade teve como presidente o jornalista Weselys Worms Miranda Braga.
Em 18 de dezembro de 1958, o ministro dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio, Fernando Nóbrega assina a Carta Sindical que transforma a Associação Profissional dos Jornalistas do Amazonas em Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM).

Nos primeiros meses de 1964, o Brasil vive uma efervescência com a crise política e as tensões sociais. Os militares instauram o Golpe e tomam o poder e passam a governar o país em regime de ditadura. As truculências da ditadura atingem as instituições e as entidades democráticas pertencentes aos movimentos sociais e sindicais, autorizando prisões de intelectuais e jornalistas, inclusive de membros da diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Amazonas (SJP/AM).

Até o ano de 1965, o sindicato permanece com as atividades paralisadas, quando é eleito presidente o jornalista Sínval Andrade Gonçalves, para o triênio 1966/1969. Em sua gestão, Sinval busca apoio do então governador (interventor) Arthur Reis para a construção da sede do sindicato.

Em 1985, o Sindicato dos Jornalistas do Amazonas entra para a história dos movimentos sociais do Estado ao liderar uma greve que dura mais de 15 dias, deflagrada depois que patrões não atendem as reivindicações da categoria, como o aumento do piso salarial e outras propostas, especificamente a que beneficia a mulher jornalista.

Durante 60 anos, os jornalistas lutam para organizar a categoria e obter conquistas para melhorar as condições de salário e trabalho tendo agora, um novo horizonte de conscientização e mobilização dos profissionais para atuar em um contexto de convergência das mídias, mídias digitais, novas leis trabalhistas e fake news.

 
NOTA PÚBLICA | Imprimir |  E-mail
Sex, 14 de Dezembro de 2018 16:35

 

ADIAMENTO DO SORTEIO DA RIFA EM COMEMORAÇÃO AOS 60 ANOS DO SJP/AM

 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) vem a público informar o adiamento do sorteio da rifa em comemoração aos 60 anos da entidade. Apesar dos esforços da Diretoria Executiva, dos associados, além de amigos e familiares, o objetivo pretendido de arrecadação ainda não foi alcançado.

Reiteramos, nesta ocasião, nosso compromisso de fazer o sorteio dos prêmios: três televisores de 50 polegadas; dois celulares e um tablet, no dia 19 de janeiro de 2019, impreterivelmente, via live no Facebook.

Esperamos contar com a compreensão de todos e reforçamos o pedido para aqueles que estão nos ajudando, continuem o processo de vendas, de modo a que possamos atingir os objetivos propostos com essa atividade.

Para mais informações: (92)3234-9977/ Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

 
Jornalistas do Amazonas Em Tempo elegem nova delegada sindical | Imprimir |  E-mail
Qui, 06 de Dezembro de 2018 13:45

A repórter fotográfica Ione Moreno é a nova delegada sindical no grupo Raman Neves de Comunicação, que edita os jornais impressos Amazonas Em Tempo, Agora e portal Em Tempo. Na ausência de outro candidato inscrito, a jornalista foi apresentada aos colegas presentes e aclamada para assumir a função de representante do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), na redação dos três veículos de comunicação, situada no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus.

Representando a diretoria executiva na condução do processo eleitoral, que ocorreu no último dia 27 de novembro, estiveram presentes o vice-presidente da entidade, Arnoldo Santos, e o tesoureiro André Moreira, além da secretária de Assuntos Socioeconômicos, Ed Blair, que integra a gestão Reconquista.

É função do delegado sindical atuar como representante da categoria, no seu local de trabalho, junto ao sindicato, mantendo o elo entre a entidade que representa a categoria e a base. A escolha do delegado é feita através de eleição direta pelos jornalistas da empresa. Só podem concorrer à função os profissionais devidamente registrados e associados ao sindicato e adimplentes com a entidade.

Entre as principais atividades do delegado, estão: organizar e mobilizar a categoria sempre que necessário, participar e auxiliar na organização de eventos promovidos pelo sindicato, representar a direção do Sindicato junto à categoria, outras instituições e eventos onde se fizer necessário, estimular e organizar a sindicalização de novos jornalistas, além de cumprir e fazer cumprir as deliberações do Estatuto da Entidade, das assembleias e da diretoria do Sindicato.

Foto: Marcely Gomes

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 Próximo > Fim >>